burburinho

dez teorias sobre a série lost

televisão por Nemo Nox

Ao final da primeira temporada de Lost (EUA, 2004), os espectadores sabiam duas coisas: que era uma das melhores séries já exibidas na televisão e que não tinham a menor idéia de qual segredo se escondia na ilha onde os personagens estavam presos depois da queda do avião no qual viajavam. Inventar teorias que pudessem explicar o mistério principal da trama de Lost tornou-se então um hobby para os fãs da série. Aventuramos aqui algumas hipóteses, todas elas possivelmente falsas. Mas a graça não está em acertar e sim em imaginar explicações.

1. Estão todos mortos.

Na verdade, o acidente de avião não deixou sobreviventes. Todos os personagens estão mortos, presos numa realidade intermediária, uma espécie de purgatório, onde são testados antes de serem admitidos na próxima etapa de suas existências (inferno, paraíso, reencarnação, etc). Encaixa-se bem com a improbabilidade de tanta gente sobreviver à queda de um avião.

2. É tudo imaginação.

Nada daquilo está acontecendo e o que vemos é somente a imaginação de um dos sobreviventes criando situações fictícias envolvendo algumas das últimas pessoas que viu antes de entrar em coma. Combina com a improbabilidade de todos os sobreviventes terem suas vidas tão conectadas umas com as outras.

3. Poltergeist.

O menino Walt possui enormes poderes paranormais mas não os consegue controlar, gerando os perigos que ameaçam os sobreviventes do acidente. Explicaria a coincidência de haver um urso polar na revista em quadrinhos que Walt lia (exatamente o animal que aparece na ilha, apesar de não ser seu habitat natural) e as referências feitas aos estranhos dotes de Walt.

4. Solaris.

A ilha transforma os desejos de seus habitantes em realidade (como fazia o planeta Solaris no livro de Stanislaw Lem, adaptado para o cinema por Andrei Tarkovsky e depois por Steven Soderbergh). Locke deixa de precisar da sua cadeira de rodas, Jack vê o pai morto, o urso polar que Walt viu na revista em quadrinhos aparece na ilha tropical, etc.

5. Extraterrestres.

A ilha é um experimento científico e os sobreviventes são cobaias de um estudo comportamental executado por extraterrestres. Nesta teoria, a própria queda do avião pode ter sido provocada pelos cientistas alienígenas que controlam a ilha. O urso branco e a nuvem negra são introduzidos no sistema para testar a reação das cobaias.

6. Conspiração governamental.

Variação da teoria anterior, com uma agência secreta governamental controlando o experimento.

7. Universo paralelo.

O avião atravessou alguma espécie de túnel dimensional e foi transportado para uma realidade paralela à nossa com leis físicas próprias. Elementos estranhos, como por exemplo o urso polar, podem ter sido também transportados para lá.

8. Apocalipse.

Os sobreviventes na ilha são na verdade também os últimos sobreviventes do planeta. A queda do avião foi conseqüência de um evento apocalíptico, no qual a ilha e seus habitantes estavam de alguma forma envolvidos.

9. Nanotecnologia.

A ilha é palco de uma experiência científica envolvendo nanotecnologia. A nuvem negra é formada por milhões de robôs microscópicos capazes de tomar formas variadas (o urso polar, por exemplo) e/ou capazes de regenerar fisicamente seres humanos (as pernas de Locke, por exemplo). Isto também poderia explicar a sobrevivência de tanta gente na queda do avião, muitos deles beneficiados pelos poderes curativos da nanotecnologia.

10. Realidade virtual.

A ilha é um ambiente simulado em computador e os sobreviventes do acidente são representações de pessoas que não estão realmente ali, somente personagens num jogo virtual, possivelmente com memórias pré-escritas e implantadas artificialmente.

É bem possível que nenhuma destas teorias se aproxime do que os roteiristas de Lost imaginaram (e algumas já foram até rejeitadas por eles em entrevistas). Mas uma série que se abre a tantas interpretações para o seu tema central (e tantas outras para outros mistérios, como a seqüência de números, os habitantes da ilha conhecidos como "the others", a escotilha no chão, os problemas magnéticos, as referências a filósofos e escritores, etc) é no mínimo um ótimo assunto para conversas com os amigos. E você, já tem sua teoria sobre Lost?

(Nota do editor: este texto foi escrito entre a exibição no Brasil da primeira e da segunda temporada de Lost.)



pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.