burburinho

homem-aranha japonês

televisão por Ricardo Bittencourt

Aposto que todos já assistiram, em algum momento de suas vidas, um seriado japonês (como Jaspion ou Changeman). No Japão, essas séries são conhecidas como tokusatsu (do japonês tokushu=especial e satsuei=fotografia, equivalente aos nossos "efeitos especiais"). Todos os tokusatsu possuem inúmeras características em comum, como a presença de robôs gigantes, monstros que crescem após morrer, ou grupos de heróis com cinco integrantes. De fato, as séries são muito parecidas entre si. Maskman era uma cópia de Flashman, que era uma cópia do Changeman, e mesmo Changeman era cópia de séries ainda mais antigas.

Mas qual delas foi a origem de todas as outras? Por mais incrível que possa parecer, uma das primeiras séries do genêro tinha como personagem principal o Homem-Aranha! Em uma tentativa de promover seus personagens no mercado oriental, a Marvel Comics aliou-se à japonesa Toei em 1978 e produziu a série Supaidâ-Man (uma forma local de pronunciar Spider-Man).

Inspirada em sucessos como Ultraman, a versão japonesa do Homem-Aranha contava a história de Yamashiro Takuya (interprtado por Kousuke Kayama), um jovem que encontrou o último sobrevivente do planeta Aranha, e foi presenteado com um bracelete que injetava o poderoso Extrato de Aranha em seu organismo. Além da capacidade de escalar paredes, soltar teias pelo seu bracelete, e contar com o sentido de aranha, o Homem-Aranha japonês ainda tinha um nave espacial chamada Marveller, que em momentos de perigo podia transformar-se no robô gigante Leopardon! A série foi inovadora, por ser a primeira onde o monstro tornava-se gigante após morrer, e teve mais de quarenta episódios produzidos.

Com o sucesso dessa série, a Marvel lançou uma segunda série no mercado japonês, dessa vez adaptando o Capitão América. A idéia inicial era lançar uma série com o Capitão Japão, mas ao longo do desenvolvimento resolveram adicionar novos personagens e mudar alguns nomes. No final, a história contava com cinco personagens: o líder Battle Japan, acompanhado de Battle France, Battle Cossack, Battle Kenya e Miss America. Batizada como Battle Fever J (Batoru Fîbâ Jei), foi a última série a contar com a participação da Marvel. Vale notar que os personagens vestiam roupas com as cores de seus respectivos países, sendo portanto precursores dos grupos com cinco heróis de fantasias coloridas. E mais, sendo as cores do Japão branco e vermelho, a série também foi a primeira a contar com um líder vermelhinho.

Talvez a maior influência do Homem-Aranha japonês seja outro personagem bem conhecido: Jiraiya. Em retrospecto, é fácil ver o motivo, a série foi construída seguindo os mesmos moldes do Homem-Aranha, com o propósito de fácil identificação. Basta ver o personagem principal: assim como o Peter Parker, Toha Yamaji também é orfão e adotado. Seu pai adotivo é um austero ninja aposentado, que joga nele toda a responsabilidade de ser o sucessor do clã dos Togakure. Sua irmã menor é uma patricinha, e o irmão caçula é um mimado que mais atrapalha que ajuda.

E se a idéia de ser um ninja e combater o mal é atraente, na verdade isso causa toda sorte de problemas! Toha jamais consegue um emprego fixo ou uma namorada, já que sempre tem que interromper o que está fazendo para cuidar dos problemas que seus inimigos aprontam. Ele tem que sustentar a família com bicos, passando de vendedor a peão de obra, e até mesmo faxineiro em alguns capítulos!

Talvez a maior curiosidade da série seja o ator que interpreta o pai do Jiraiya, Masaaki Hatsumi, que é o último mestre ninja real. Na história verdadeira do Japão, depois da restauração Meiji, os ninjas ficaram com serviços cada vez mais escassos e foram tendo menos seguidores. Os clãs ninja acabaram se unificando aos poucos para evitar a extinção, e com Masaaki todos os clãs ninja restantes se unificaram de vez. Atualmente ele viaja pelo mundo divulgando a arte do ninjutsu, e ocasionalmente atua em séries como Jiraiya numa tentativa de fazer os jovens se interessarem novamente pelas artes marciais.


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.