burburinho

roy orbison

música por Alexandre Inagaki

As músicas de Roy Orbison combinam com tardes chuvosas de outono e noites de lua cheia no céu. São canções que amalgamam influências de blues, country e rock. E falam, invariavelmente, sobre amor, perdas e esperança. O som de cabeceira de toda uma gama de músicos desde Elvis Presley (vide, ou melhor, "ouvide" It's Now or Never) e Beatles (banda com quem excursionou em 1963 pela Inglaterra) até Bruce Springsteen, Elvis Costello e U2 (Bono Vox compôs She's a Mystery to Me especialmente para Roy, que a gravou no álbum Mystery Girl, de 1989). Orbison fez parte, ainda, do supergrupo Travelling Wilburys, cuja formação também incluía os mestres Bob Dylan, George Harrison, Jeff Lynne e Tom Petty.

Todo esse reconhecimento não foi por acaso. A voz de Orbison é, provavelmente, a mais bela e a mais dramática de toda a história do rock n'roll. Suas interpretações são de uma emotividade impressionante, e, reforçadas por rasgantes intervenções de cordas, dão a canções como Falling e Running Scared finais apoteóticos, assemelhados às melhores árias operísticas. Prova da capacidade de Orbison em captar e transmitir emoções está na freqüência com que suas músicas participam de trilhas sonoras de filmes, vide Oh Pretty Woman (de Uma Linda Mulher) ou In Dreams (de Veludo Azul).

Talvez a chave de tanta emoção esteja na vida que Roy Orbison levou, marcada constantemente por tragédias, quedas e ressurreições artísticas. Nascido em 1936, no Texas, Orbison grava seu primeiro single, Ooby Dooby, em 1956, ficando oito semanas na parada da Billboard. Consolida seu sucesso com Only the Lonely, número 2 do hit parade de 1960, e a partir daí grava uma série de sucessos que o consagram mundialmente. Entretanto, várias tragédias abalam a carreira de Orbison. Em 1966, sua esposa Claudette morre em um acidente de motocicleta. Em 1968, um incêndio em sua casa mata dois de seus filhos, enquanto excursionava pela Inglaterra. Abalado, Orbison grava vários álbuns mal-sucedidos e deixa de fazer shows.

Roy volta à cena nos anos oitenta, com o lançamento de uma coletânea de seus sucessos, e a inclusão de seu nome, em 1987, no Rock and Roll Hall of Fame. No mesmo ano, grava um álbum ao vivo, A Black and White Night, na companhia de admiradores de seu trabalho, como Bruce Springsteen, Tom Waits, Elvis Costello e K.D. Lang. Em 1988 grava um cd com os Traveling Wilburys, além de seu primeiro álbum de músicas inéditas em dez anos, Mystery Girl. Mas não chega a presenciar o lançamento do disco: pouco depois de encerradas as gravações, este romântico incurável morre, ironicamente, de um ataque fulminante do coração, em 6 de dezembro de 1988, aos 52 anos.


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.