burburinho

il combattimento di tancredi e clorinda

música por Nemo Nox

Difícil dizer a que gênero pertence a bela obra Il Combattimento di Tancredi e Clorinda. Há quem a considere uma das primeiras óperas da história, mas muitos puristas preferem chamá-la de cantata dramática. Seu autor, Claudio Monteverdi (1567-1643), era um especialista em madrigais, e isto não passa despercebido. Na verdade, a Il Combattimento di Tancredi e Clorinda reúne elementos de vários gêneros e ao mesmo tempo introduz inovações, tornando-se um híbrido pioneiro de algo que ainda não existia completamente na época.

Claudio Monteverdi nasceu em Cremona, na Itália, e foi aluno de Marco Antonio Ingegneri. Aos 16 anos já era um ótimo organista e violista e já tinha publicado alguns madrigais religiosos. Foi contratado pelo duque de Mantua como cantor de madrigais, e com ele viajou em campanhas militares entre 1595 e 1599. Compôs sua primeira ópera, La Favola d'Orfeo, em 1607. Quando o duque morreu em 1612, Monteverdi partiu para Veneza e assumiu o cargo de Mestre de Música da República Veneziana. foi lá que compôs até sua morte em 1643, quando já era considerado um dos maiores artistas do Renascimento.

MonteverdiDe curta duração (menos de dezessete minutos), sem árias, e com uma estrutura toda própria, é difícil dizer que Il Combattimento di Tancredi e Clorinda, de 1638, seja uma ópera típica, ainda que uma das primeiras num gênero em formação. Monteverdi escreveu instruções para a encenação, indicando que os protagonistas deveriam vestir as roupas dos personagens (o que incluia armaduras) e interpretar seus movimentos. Mas a maior parte da história é cantada por um narrador, ficando Tancredi e Clorinda responsáveis somente por pequenos trechos.

A história foi tirada diretamente de um poema de Tasso, Gerusalemme Liberata. Tancredi é um cavaleiro em busca de fama e honrarias, e resolve desafiar para um combate quem ele pensa ser outro cavaleiro mas na verdade é sua amada Clorinda. Como ambos têm as identidades escondidas pelos elmos e armaduras, o duelo acontece e Tancredi só descobre a verdade depois de ferir Clorinda mortalmente.

Em termos musicais, Il Combattimento di Tancredi e Clorinda apresenta várias inovações. Por exemplo, é uma das primeiras obras musicais conhecidas onde aparece o pizzicato (cordas dedilhadas em vez de tocadas com o arco) e também pioneira no uso do tremolo (repetição rápida de uma nota ou acorde fazendo o arco avançar e recuar sucessivamente) para indicar momentos de excitação, efeito chamado de stile concitato.

Talvez a melhor classificação para Il Combattimento di Tancredi e Clorinda seja a de um "super madrigal dramático". Afinal, o próprio Monteverdi escolheu publicar a obra no volume Madrigali guerrieri e amorosi. Mas realmente importa classificar e catalogar quando ouvir e apreciar parece ser tão mais agradável?


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.