burburinho

uma noite no monte calvo

música por Nemo Nox

Shakespeare iniciou Macbeth com uma reunião de bruxas. Goya pintou sabbats. E a música erudita também mostra uma significativa atração pela bruxaria, com peças como O Aprendiz de Feiticeiro, de Dukas, ou Sonho de uma Noite de Sabbat, de Berlioz. Um dos melhores poemas sinfônicos sobre este tema é Uma Noite no Monte Calvo (Ivanova Noch na Lisoy Gore), do compositor russo Modest Mussorgsky (1839-1881).

Mussorgsky aprendeu a tocar piano com a sua mãe, e aos nove anos de idade já dava concertos ao ar livre em frente à casa dos pais. Ele estudou em colégios militares e seguiu a carreira, mas nunca deixou de lado a paixão pela música. Fez várias tentativas de compôr óperas e sinfonias, mas não conseguia completar os trabalhos, talvez por falta de base teórica. Em 1867, foi dispensado de seu posto por causa de seu alcoolismo, acentuado após a morte da mãe. Uma Noite no Monte Calvo foi composto neste período. Dois anos depois, de volta ao serviço ativo, completou a ópera Boris Godunov.

Sua obra mais famosa talvez seja Pictures at an Exhibition, para piano, que ganhou várias versões, desde a orquestração de Ravel até uma interpretação eletrônica de Emerson, Lake and Palmer. Mas Mussorgsky não conseguiu superar o alcolismo, e morreu em 1881 deixando muitos trabalhos inacabados. Seu colega Rimsky-Korsakov compilou, organizou, editou e completou muito do que hoje conhecemos de Mussorgsky, "corrigindo" o que ele considerava erros do autor. Mais tarde, porém, com a descoberta de algumas partituras originais de Mussorgsky, chegou-se à conclusão que Rimsky-Korsakov talvez tenha tomado excessiva liberdade nas adaptações, tirando o vigor original de muitas passagens e até mesmo misturando trechos de outras obras.

Uma Noite no Monte Calvo é um poema sinfônico inspirado no sabbat do conto de Gogol Noite das Bruxas. No Monte Calvo, no Cáucaso, reúnem-se bruxas, demônios, espíritos malignos e almas condenadas, dançando libidinosamente madrugada adentro. Mussorgsky abre a peça com redemoinhos de cordas, e vai introduzindo os convidados numa cavalgada do além que mescla o solene com o debochado. A descrição que acompanhava a partitura era precisa: "Ouvem-se murmúrios subterrâneos de vozes sobrenaturais. Aparições de espíritos das trevas seguidos por Satanás em pessoa. Glorificação de Satanás e celebração da missa negra, o sabbat."

Uma Noite no Monte Calvo foi um dos episódios escolhidos para o longa-metragem de animação dos estúdios Disney, Fantasia. A ilustração do tema é literal, e se não é das partes mais inspiradas do filme ao menos trata a obra com fidelidade, desde o cortejo maligno até o final do sabbat, onde os sinos da igreja de uma aldeia próxima marcam o encerramento da festa das bruxas. Até a próxima reunião.


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.